A estranha história de Aminah Hart

Esta mãe conheceu um completo estranho e esse estranho é a cara de sua filha. Cara de um um, focinho do outro. As vezes a verdade é louca.

Para Aminah Hart, as coisas não tinham funcionado do jeito que ela esperava. Aos 42, esta australiana com origens nas Índias Ocidentais fez um balanço de sua vida e havia um ponto que não era bem como ela queria que fosse: ela estava solteira e sem filhos.



Ela se lembrou das dificuldades pelas quais já havia passado, mas ela ainda não tinha desistido.

Aminah já tinha perdido dois filhos. O primeiro, Marlon, só tinha quatro meses de vida quando faleceu. O relacionamento do casal não sobreviveu à tragédia, e Aminah se divorciou pouco depois. A segunda criança, Louis, morreu com apenas 14 meses. Mais uma vez, a dor foi muito difícil para o casal suportar e Aminah ficou solteira novamente.

“Não dá para descrever… eu tive dois relacionamentos e dois filhos, mas foi só na segunda gravidez que me deram um diagnóstico de desordem genética”, relembra Aminah.

Esta rara condição, a miopatia miotubular ligada ao cromossoma X, transformou o desejo de Aminah de ter filhos em um verdadeiro pesadelo. Se ela engravidasse novamente, havia uma probabilidade de 25% do bebê ser diagnosticado com a doença que matou Marlon e Louis. Será que ela era forte o bastante para passar por isso pela terceira vez?



“Eu demorei muito tempo para tomar uma decisão e levei tudo em consideração: minha idade, estatuto social e a desordem genética fatal que eu carregava. Eu tive a noção que as perspectivas não eram muito boas.” Mas seu desejo de se tornar mãe foi mais forte do que tudo. Ela decidiu encontrar um doador de esperma. Quando checou a lista de doadores, ela não olhou como eles eram ou onde viviam. Só o histórico médico lhe importava.

Em 2011, ela tomou uma decisão, escolheu um estranho e algum tempo depois deu luz à sua filha Leila. Quando descobriu que sua filha era perfeitamente saudável, ela não conseguiu segurar as lágrimas. Seu sonho tinha enfim se tornado realidade.



Agora, Aminah estava vivendo uma vida feliz com sua filha. Então, quando sua mãe Helen a encorajou a localizar e conhecer o pai biológico de Leila, Aminah hesitou. Sua mãe, porém, estava determinada e investigou até localizar o doador, Scott Anderson. Depois de um tempo, Aminah deixou-se convencer e, assim que ele concordou em entrar em contato, ela enviou uma foto de sua filha. Graças a ele, ela era uma mãe realizada!

Scott respondeu entusiasmado, e os dois trocaram mensagens regularmente durante seis meses. Então eles tomaram uma decisão que mudaria suas vidas.



Eles iriam se encontrar pessoalmente.

Mas quando Aminah viu Scott pela primeira vez, ela ficou chocada. Lá estava ele, com os mesmos olhos azuis e cabelo loiro de Leila. Foi amor à primeira vista para Scott e sua filha biológica, mas não apenas para eles.

Aminah e Scott se deram incrivelmente bem. Eles começaram a se encontrar regularmente e seu relacionamento evoluiu. “Nós nos apaixonamos. Era surreal, mas era uma experiência incrível”, contou Aminah.



Agora, eles estão realmente casados! O pesadelo pelo qual Aminah passou por anos acabou lhe dando o que ela tanto desejava. Em menos de três anos, ela foi de solteira sem filhos a uma mãe casada.

Veja eles contando a história nesta encantadora entrevista (em inglês):





A estranha história de Aminah Hart
4/ 5
Oleh